quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PET $HOP$: quando o afeto é objetificado como lucro ($).($)

-->
Animais de estimação, em geral, agradam bastante aos seres humanos. É muito comum o fato de as pessoas gostarem de afagar seus pelos, coçarem suas cabeças, pega-los no colo, brincarem com eles e até mesmo conviverem mais proximamente, chegando até mesmo a acomoda-los e com eles dormirem em sua cama. Há pouco mais de uma década surgiram no Brasil lojas especializadas em vendas de acessórios, medicamentos, abrigos (“casinhas” / “caminhas”), produtos de higiene, banhos, tosas, hospedagem e toda sorte de produtos e serviços aos animais de estimação, entituladas “Pet Shops (ou, na tradução literal do inglês, lojas especializadas em vendas de filhotes de animais. Wikipedia: Pet shop). Contudo, serão todos os donos e trabalhadores destes estabelecimentos, realmente, preocupados, dedicados, amorosos, respeitadores dos animais, ou uma grande maioria só pensa em lucros, sem apresentar nenhuma das qualidades citadas anteriormente nesta frase?
Uma das coisas que chama a atenção em alguns Pet Shops é o fato de alguns deles venderem animais. Isso é algo antiético por dois motivos:
1º) Os bichos ficam engaiolados/enjaulados, sem qualquer conforto ou espaço decente, proporcional ao seu tamanho, levando-os, muitas vezes, ao estresse e/ou à depressão (animais também sentem isso! E como!). Para piorar, alguns Pet Shops ainda vendem pássaros. Puxa vida, pássaros têm asas porque a natureza os fez para voarem, para serem livres. E muitas pessoas, infelizmente, acabam aprisionando-os só para ouvirem seus cantos, repetições de palavras (os populares “louros”), admirarem suas cores, algumas vezes, inclusive, acreditando estarem em melhor condição na gaiola do que soltos na natureza. Um absurdo! Que crime essas criaturas cometeram para que merecessem estar aprisionados?
2º) Muitas das vezes os animais só são vendidos porque são “de raça”. Esses animais, em sua grande maioria oriunda de criadouros particulares (tais como canis ou gatis), também são mantidos, desde pequeninos em cubículos onde acabam desenvolvendo estresse, depressão ou até mesmo alguma outra doença decorrente de sua privação de liberdade, como é possível constatar em documentários sobre o assunto, como o TERRÁQUEOS (dos 9 min e 58 segundos até 11 minutos e 30 segundos. Embora recomendo às pessoas que queiram se aprofundar nas questões animais o documentário na íntegra). Oras, além disso, se nós, seres humanos, ao priorizamos uma raça dentre nós, desprezando as outras raças humanas, cometemos o CRIME DO RACISMO, o que é então que estamos fazendo aos animais??? A mesmíssima coisa! Ou seja, sendo PRECONCEITUOSOS. Não é a raça que faz com que um animalzinho se torne um amigo especial em nossas vidas, mas sim A MANEIRA COMO O TRATAMOS, independentemente da raça que ela possua ou, melhor ainda, não possua. NÓS É QUEM DEVEMOS SER, OU APRENDER A SER, “DONOS”* “DE RAÇA”! Ou seja, pessoas que tratem os animais a altura do que eles são capazes de fazer por nós, cuidando-lhes, amando-lhes, protegendo-lhes incondicionalmente. A venda de cães de raça em Pet Shops deve-se, basicamente, ao alto lucro que tal atividade lhes proporciona. Afinal, são animais caros! Vale lembrar que vários cães têm sido abandonados nas ruas, por que não adota-los, ao invés de comprar um outro que, algumas vezes, acabam encontrando o mesmo destino?
Outro ponto a ser destacado na grande maioria dos Pet Shops é a falta de atenção devida ao animal. Não é raro o “dono” enviar, por exemplo, seu cãozinho para tomar um banho medicamentoso em um Pet Shop, com o intuito de combater ectoparasitos, tais como as pulgas e os carrapatos, e o banho não os combater no pelo do animal. Ou melhor, podem até combater, mas no transporte para a casa de seu “dono”, no carro do Pet Shop, onde estão presentes vários outros cães (afinal, “Time is money!!!”), acabam contraindo-os novamente.
Além disso, é perceptível a falta de paciência e amor de alguns dos funcionários dessas lojas com sua clientela, nossos amigos ANIMAIS. Pegam-nos de qualquer jeito, puxam-nos pelas correntes sem o menor cuidado e com força, tosam-nos de modos que, às vezes, irritam suas peles, proporcionando-lhes coceiras, dentre outras atitudes. Basta observarmos mais atenciosamente os Pet Shops e, certamente, verificaremos a ocorrência de tudo isso.
Bem, diante do exposto neste artigo, gostaria de reiterar dois pontos. A primeira é que nem todo Pet Shop trata os animais dos modos supracitados, embora sua grande maioria ainda o faça. A segunda é que não estou contestando o fato dos Pet Shops lucrarem. O que realmente questiono é como fazem isso. Ou seja, não tratando os animais eticamente, demonstrando total desrespeito pelos seres que amamos e que, mesmo que nfaça.mas coisas, basta que observemos mais ateão os amássemos, ainda sim merecem todo o respeito por existirem e pela importância que possuem no Planeta Terra, além de serem amparados e protegidos pela Declaração Universal dos Direitos dos Animais.
É hora de mudarmos este quadro. ANIMAIS NÃO SÃO OBJETOS.
* Não concordo de modo algum com a palavra DONO, pois nenhuma criatura viva do Planeta Terra pode ser relegada a condição de objeto de outra. Todos nascemos, e somos, livres por natureza.
Paulo H. M. Lütkenhaus, redigido em 20 de setembro de 2011, publicado em 28 de setembro de 2011.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

IMAGENS CHOCANTES! - Blumenau: quanto mais desmatar, mais vai inundar

Enchentes em Blumenau

IMAGENS RECENTES DA DESTRUIÇÃO NAS CABECEIRAS DO RIO ITAJAI
 
 
 
Site O ECO, Rio de Janeiro, 13 de Setembro de 2011
 
Continua a destruição do que resta de mata ciliar do rio Itajaí. O resultado é que Blumenau sofrerá enchentes cada vez mais devastadoras.
 
Leia a matéria completa neste link
 
 
Instituto Rã-bugio para Conservação da Biodiversidade
Jaraguá do Sul – SC
http://www.ra-bugio.org.br/
 
Acompanhe nosso trabalho de Educação Ambiental nas escolas para salvar a MATA ATLÂNTICA no blog
 
http://ra-bugio.blogspot.com/
 
e também na nossa página no FACEBOOK
 
http://www.facebook.com/pages/Ra-bugio-Salve-a-Natureza/139773049407363

Enc: PARQUE NACIONAL DA SERRA DO GANDARELA - ALERTA URGENTE

Prezados amigos,

Novamente estou aqui pedindo a vocês, gentilmente, apoio. Esta causa, que vos apresento agora, é de importância relevante para todos nós, tanto belo horizontinos, quanto mineiros, como brasileiros e, também, terráqueos (afinal questões ambientais não respeitam fronteiras políticas ou territoriais) e as consequências, advindas de nossa omissão neste momento, podem ser desastrosas em um tempo muito curto. Os detalhes seguem abaixo, vocês não perderão nem sequer 5 minutos de vosso preciosos tempo. Entretanto, o que ganharão, ou melhor, ajudarão a preservar, É DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PARA TODOS NÓS (principalmente àqueles que vivem nas regiões descritas ou próximas das descritas neste e-mail).

Conto, sinceramente, com o apoio de todos vocês. Tenho certeza que perceberão quão justa e importante é esta causa.

Obrigado a todos!!!


Att.,

Paulo H. M. Lütkenhaus
"O homem é o único animal que cospe na água onde bebe;
O homem é o
único animal que mata pra não comer;
O homem é o
único animal que corta a árvore que lhe dá sombra e frutos.
Por isso está se condenando à morte
".
Benedito Ruy Barbosa

"Somos aquilo que fazemos em vida e deixamos como legado às gerações futuras".

Paulo Henrique Marques Lütkenhaus
"Quando o homem aprender a respeitar todos os seres da criação, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante"
.
Autoria desconhecida


----- Mensagem encaminhada -----
De: Teca <tespca@gmail.com>
Para: Teca <tespca@gmail.com>
Enviadas: Domingo, 18 de Setembro de 2011 12:29
Assunto: PARQUE NACIONAL DA SERRA DO GANDARELA - ALERTA URGENTE

COMUNICADO Nº 01/2011 - 16 de setembro de 2011
Amigo (a) da Serra do Gandarela
Este é um daqueles momentos em que você pode ter papel fundamental a favor do Parque Nacional da Serra do Gandarela. É muito importante nossa pressão junto a alguns setores governamentais: Governo do Estado de Minas Gerais, Presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ministério do Meio Ambiente e Presidência da República, entre outros.
Temos informações de que as empresas de mineração estão agindo para convencer tais setores de que os empreendimentos de mineração de ferro a céu aberto que querem implantar na Serra do Gandarela, como a chamada Mina Apolo da Vale, são mais importantes do que a preservação dessa região para o presente e o futuro dos municípios e da população – que vive no seu entorno imediato, no roteiro da Estrada Real e nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte e do Vale do Aço, abastecidas pelas águas que provêm do aqüífero do Gandarela, no limite do Alto Rio das Velhas e do Alto Rio Piracicaba.
No mapa abaixo você terá uma noção da riqueza hídrica – águas de Classe Especial e Classe 1, as de maior pureza - da área proposta pelo ICMBio para o Parque Nacional, que apresentou uma delimitação coerente com o valor da biodiversidade e do geossistema (de recarga, acumulação e alimentação de vários cursos d'água) da região do Gandarela:

Observe agora no mapa abaixo o que seria o impacto, somente da Mina Apolo, pretendida pela Vale (que ainda não tem nenhuma licença), para a região e as águas do Gandarela e sua relação com os limites propostos para o Parque Nacional:

Alertamos para o fato de que o interesse das empresas é minerar TODAS as áreas marcadas como cangas lateríticas do Gandarela, incluindo outros projetos além dos já anunciados, porque abaixo delas está o minério de ferro que querem exportar. Isso destruiria completamente o equilíbrio ambiental da última região ainda intacta do Quadrilátero Ferrífero, comprometendo seriamente o seu potencial de recursos hídricos (que ajudam a abastecer grande parte da Região Metropolitana de BH e também outras cidades vizinhas, na bacia do Rio Piracicaba), sua biodiversidade e seu enorme potencial turístico. O resultado seria criar no Gandarela cenários que, infelizmente, são comuns em outras áreas do Estado:

Para isso, uma forte pressão política está tentando alterar de forma considerável a proposta técnica do ICMBio, para permitir a instalação de grandes empreendimentos de mineração na região.
NÃO PODEMOS ACEITAR ISTO!
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Queremos o Parque Nacional da Serra do Gandarela conforme a proposta do ICMBio de setembro/2010, com as adequações necessárias a partir das consultas públicas com as comunidades. Assim teremos a proteção das águas do Gandarela, da maior área de Mata Atlântica e do maior complexo de cachoeiras como bem de uso comum de nossa região, associados à potencialização do turismo na região.
Não aceitamos que a proposta do ICMBio seja alterada para atender aos interesses da Vale e de outras mineradoras.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Envie você também sua manifestação a favor do Parque Nacional da Serra do Gandarela, copiando os dois parágrafos anteriores, em negrito, colocando como assunto EU QUERO O PARQUE NACIONAL DA SERRA DO GANDARELA NA ÍNTEGRA, e enviando um e-mail para:
Isso levará menos que 5 minutos do seu tempo e terá um valor precioso para o Gandarela.
Faça isso agora! É URGENTE!
Envie este email para todos os seus amigos com uma mensagem pessoal para que façam o mesmo.
Um abraço,
Movimento pela Preservação da Serra do Gandarela
http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/7030